Testando a exatidão de misturas de biodiesel para varejo nos EUA

biodiesel blends
Um estudo por Christopher Reddy, et al., utilizou a datação por radiocarbono para determinar as porcentagens de misturas em biodiesel para varejo nos EUA. A análise de mais de 20 misturas de biodiesel revelou que misturas dúbias são frequentes.

Reddy e companhia utilizaram um método validado, baseado em radiocarbono, para analisar uma variedade de biomisturas adquiridas em 2006 de estabelecimentos comerciais nos estados de Minnesota, Indiana, Massachusetts e Tennessee. Segundo seus resultados, apenas uma das 10 amostras de varejo passaram pelas especificações exigidas pelo Departamento da Defesa dos EUA para misturas contendo 20% biodiesel (misturas B20).

Datação por radiocarbono para biodiesel

Segundo Reddy, a determinação por radiocarbono das misturas de biodiesel apresenta importantes vantagens sobre outros métodos existentes, inclusive sobre o método europeu EN 14078, que emprega a espectroscopia de infravermelho. Uma das vantagens é a exatidão. O estudo demonstrou uma exatidão de ±1% em toda a amplitude de mistura v/v (0–100%), e ao mesmo tempo considerou a variabilidade de situações reais em todos os parâmetros de entrada.

O estudo, Determination of Biodiesel Blending Percentages Using Natural Abundance Radiocarbon Analysis: Testing the Accuracy of Retail Biodiesel Blends, foi publicado na revista Environmental Science & Technology em fevereiro de 2008.