ISO 13833: Medir a proporção entre CO2 biogênico e CO2 derivado de combustíveis fósseis

  • A norma ISO 13833:2013 determina a relação entre o dióxido de carbono derivado de biomassa e o derivado de combustíveis fósseis nas emissões de fontes estacionárias.
  • A norma ISO 13833 foi publicada em março de 2013.
  • Beta Analytic provides radiocarbon measurements as described in ISO 13833.

Beta Analytic não é afiliado com a Organização Internacional de Normalização (ISO em inglês)

carbon dioxide - ISO 13833

 

 

A ISO 13833 foi desenvolvida para atender a necessidade de dados comerciais confiáveis e precisos para a comercialização de emissões de carbono.

Esta norma, com base no método de radiocarbono, prevê especificamente estratégias e métodos de amostragem para a determinação das frações de dióxido de carbono (CO2) derivado de combustíveis fósseis e de biomassa no CO2 emitido totalmente nos gases de exaustão de fontes estacionárias.

 

Análise para ISO 13833:2013

Conforme à norma, as amostras de CO2 podem ser recolhidas sob a forma de gás ou absorvidas em meios alcalinos sólidos ou líquidos. Esta norma também apresenta estratégias de amostragem integrada por períodos de 1 hora a 1 mês.

O limite mais baixo de aplicação é uma fracção de CO2 biogénico 0,02 em relação ao CO2 total. A gama funcional é uma percentagem de CO2 biogénico de 0,02-1,0 em relação ao total de CO2.

A ISO 13833 foi preparada pela Comitê Técnico ISO/TC 146, Qualidade do Ar, Subcomitê SC 1, Emissões de fontes estacionárias, em colaboração com o Comité Técnico do CEN, CEN /TC 264, Qualidade do ar, nos termos do Acordo Viena.

Última atualizaçao: 22 de Março, 2013