COVID-19 Notice: WE ARE OPEN AND OPERATING NORMALLY
Beta Analytic, as a laboratory, is considered an essential business under Florida's statewide Stay-at-Home Order. Taking the necessary measures to maintain employees' safety, we continue to operate and accept samples for analysis. Please contact us BEFORE sending your samples so we can recommend you the best way to proceed.

Análise de autenticidade de produtos naturais com o ISO 16620-2

O ISO 16620-2 é um método de padronização internacional para se determinar o conteúdo de base biológica de amostras sólidas, líquidas e gasosas através da análise por carbono-14, que pode ser aplicada a sabores, aromas, alimentos, bebidas e suplementos. O relatório analítico segundo a norma ISO 16620-2 para uma amostra de fragrância ou aroma mostra a porcentagem de carbono de base biológica como uma fração do carbono total relativo (TC) ou carbono orgânico total (TOC) ao material enviado para análise. O resultado do TC representa todo o carbono presente no material, tanto orgânico quanto inorgânico, enquanto o resultado do TOC representa apenas o carbono orgânico.

A espectrometria de massa com aceleradores, referida como Método C na norma, é a mais avançada tecnologia capaz de obter resultados de alta precisão a partir de amostras tão pequenas quanto 1 mg.

A norma ISO 16620-2 não distingue se o produto é originário de plantas, animais ou materiais microbiológicos específicos. Não se trata de uma análise de especificação de conteúdo. O relatório ISO 16620-2 mostra a porcentagem que provém de fontes naturais (conteúdo de base biológica) comparado com o conteúdo sintético derivado de petróleo em um produto.

Como o ISO 16620-2 detecta substâncias sintéticas derivadas do petróleo?

O ISO 16620-2 detecta substâncias artificiais em materiais através da análise por radiocarbono (carbono-14). Os materiais totalmente originários de biomassa possuem um nível conhecido de carbono-14 e são 100% de base biológica, segundo o ISO 16620-2. Por outro lado, materiais totalmente produzidos com componentes derivados de petróleo não contêm carbono-14, e são 0% de base biológica. Um produto feito de biomassa (extratos de plantas) e químicos derivados do petróleo apresenta um conteúdo de base biológica entre 0% e 100%, proporcional à quantidade de cada componente no produto.

Análise de fontes naturais para fragrâncias, aromas, alimentos e suplementos

A crescente demanda dos consumidores para fragrâncias e aromas de fontes naturais impulsiona as partes interessadas da indústria a verificar que os ingredientes realmente originam-se da natureza, e que não são adulterados com imitações sintéticas. Em mercados altamente regulados, onde a rotulagem equivocada pode acarretar repercussões legais e comerciais, uma análise confiável da fonte natural se faz imprescindível nas etapas de aquisição, pesquisa e desenvolvimento, lançamento de produto e fornecimento.

A análise de carbono de base biológica padronizada com o ISO 16620-2 é uma ferramenta analítica ideal para os produtores da indústria que têm o desafio de comprovar ou verificar a fonte natural de fragrâncias e aromas.

Observação: O padrão ISO 16620-2 equivale ao padrão ASTM D6866.

Rapidez nas análises de autenticidade de produtos naturais pelo Beta Analytic

O Beta Analytic é acreditado pelo ISO/IEC 17025:2017 e oferece análises por carbono-14 para determinar a porcentagem do conteúdo natural e sintético em agentes de sabor, aditivos, corantes, aromas, cosméticos e suplementos dietéticos, além de outros componentes químicos em alimentos, medicamentos e bebidas. O laboratório apresenta os resultados em 5-7 dias úteis. Dispomos também de um serviço prioritário para análises com resultados em 4 ou menos dias úteis.

O Beta Analytic não relata os resultados de C14 como fração de carbono total (TC) por massa. O laboratório, com sede em Miami, mede razões isotópicas e apresenta os resultados da análise de origem de produtos naturais em relatórios segundo os padrões ASTM D6866 ou ISO 16620-2 8.3.2: conteúdo de carbono de base biológica como fração do carbono total (TC) ou carbono orgânico total (TOC).