Certificação de Produtos pelo Método ASTM D6866

Existem vários programas de rotulagem ecológica certificada ao redor do mundo que requerem ou recomendam o método de testagem ASTM D6866 de produtos.

Programa BioPreferencial do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA)

Agências governamentais dos EUA são obrigadas a adquirir produtos com o maior conteúdo possível de base biológica, tal como é indicado no Catálogo do Programa BioPreferencial do USDA, o qual também tem um programa de rotulagem voluntária que visa manter os consumidores bem informados sobre suas escolhas no que diz respeito à compra de produtos de base biológica. Os candidatos a esta rotulagem são obrigados a apresentar a certificação ASTM D6866. Os produtos que já fazem parte do programa de aquisições federais não são incluídos automaticamente no programa de rotulagem voluntária. Os produtos qualificados no âmbito do programa de aquisições federais precisam ser novamente testados através do método ASTM D6866 para que se determine o conteúdo de base biológica, como parte do processo de solicitação de rotulagem voluntária deste programa.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: O Programa Federal de Aquisições aceita os produtos que fazem parte de determinadas categorias estabelecidas pelo USDA. O Programa de Rotulagem Voluntária é aplicável à maioria dos produtos de base biológica, desde que os mesmos atendam ao nível mínimo de conteúdo de base biológica requerido.

Página do Programa BioPreferencial na Internet: www.biopreferred.gov

Certificação “BiomassPla” da Associação Japonesa de Bioplásticos

Lançados em julho de 2006, a certificação “BiomassPla” e o sistema de rotulagem da Associação Japonesa de Bioplásticos certificam produtos plásticos de biomassa. Como parte deste programa, os produtos registrados levam uma logomarca de fácil identificação por parte dos consumidores. O programa “BiomassPla”somente se aplica aos membros da AJBP (ou “JBPA”, em inglês).

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: Os produtos plásticos devem conter componentes derivados de biomassa que possam ser medidos através do método ASTM D6866

Informações gerais sobre o “BiomassPla”: Certificação “BiomassPla” da Associação Japonesa de Bioplásticos para Plásticos de Biomassa
Página da AJBP na Internet: http://www.jbpaweb.net/english/english.htm

EcoLogo

Fundado pelo Governo Canadense em 1988, o Programa EcoLogo passou a ser um dos maiores sistemas de rotulagem ecológica da América do Norte. A EcoLogo certifica uma grande variedade de produtos comerciais.

Produtos submetidos a teste pelo método D6866: O padrão da EcoLogo para desinfetantes para as mãos, CCD-170, exige a medição do conteúdo de base biológica. De acordo com este padrão, os produtos anti-sépticos instantâneos para as mãos devem conter pelo menos 73% de conteúdo biológico, excluindo a embalagem.

Informações gerais sobre o padrão CCD-170: É Necessário Testar o Conteúdo de Base Biológica dos Desinfetantes para as Mãos para Adquirir a Certificação EcoLogo

Página do EcoLogo na Internet: www.ecologo.org

Programa OK de Base Biológica da Vinçotte

A organização belga Vinçotteé um orgão de inspeção, análise e certificação. Seu sistema de rotulagem ecológica, conhecido como“Base Biológica OK” utiliza uma categorização por estrelas para indicar o conteúdo de base biológica de um determinado produto – quanto mais estrelas junto da logomarca, maior é o conteúdo de base biológica do produto.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: Os produtos devem conter pelo menos 30% de carbono orgânico e 20% de conteúdo de base biológica para poder levar a logomarca “Base Biológica OK”.

Dados gerais sobre a logomarca “Base Biológica OK”: A Vinçotte Requer a Análise de Carbono 14 para a Certificação “Base Biológica OK”, Resumo do Programa OK de Base Biológica
Página do Programa OK de Base Biológica na Internet: www.okbiobased.be

Sustainable Biomaterials Collaborative

A “Sustainable Biomaterials Collaborative” (uma iniciativa de colaboração em biomateriais sustentáveis) publicou uma lista de especificações para compras designada “BioSpecs”. Fabricantes de utensílios para o ramo da alimentação podem receber a classificação “bronze”, “prata” e “ouro” se atenderem certos critérios, incluindo o conteúdo de carbono orgânico.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: Utensílios usados para servir alimentos devem ter um conteúdo de base biológica de pelo menos 95% para que recebam a classificação “bronze”.

Dados gerais sobre a “BioSpecs”: A lista “BioSpecs” da SBC Utiliza o Método ASTM D6866 para a Mensuração do Conteúdo de Carbono Orgânico
Página da “SBC”na Internet: www.sustainablebiomaterials.org

Sustainable Packaging Coalition

Os Indicadores de Embalagem Sustentável e o Quadro Métrico Versão 1.0 da “Sustainable Packaging Coalition” incluem o Uso de Materiais Renováveis como um indicador suplementar com o Uso de Material Total como indicador principal.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: Bioplásticos (consulte a página 20 da Matriz).

Dados gerais sobre os Indicadores de Embalagem Sustentável: A Matriz Métrica de Embalagem Sustentável Inclui o Uso do Método ASTM D6866 para os Bioplásticos
Página da “SPC” na Internet: http://www.sustainablepackaging.org

ICC Evaluation Service, Inc.

O “ICC Evaluation Service”publicou diretrizes que definem os requisitos para obter um Relatório de Verificação de Atributos (RVA) do ICC-ES (ou “VAR”, em inglês), de acordo com o programa de Verificação de Atributos Sustentáveis e Avaliação (ou “SAVE”, em inglês). O RVA verifica afirmações ambientais feitas pelos fabricantes, tal como os atributos de seus produtos. As Diretrizes de Avaliação para a Determinação do Conteúdo de Material de Base Biológica (EG102) entraram em vigor no dia 1 de outubro de 2008.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: Materiais de construção.

Dados gerais sobre o programa “SAVE” do ICC-ES: Diretrizes para a Verificação de Atributos
EG102

EG102 – Diretrizes de Avaliação para Determinar o Conteúdo de Material de Base Biológica.

Green Electronics Council EPEAT Program

O Programa EPEAT tem por objetivo auxiliar compradores e consumidores na avaliação e escolha de produtos eletrônicos, baseado em seus atributos ambientais. Os produtos registrados recebem a classificação “ouro”, “prata” ou “bronze”, dependendo da porcentagem de 28 critérios opcionais que os mesmos atendem, além dos critérios básicos.

Produtos submetidos a teste pelo método ASTM D6866: De acordo com os Protocolos do EPEAT de Avaliação de Conformidade 4.2 – Seleção de Materiais Versão 1.3 (de março de 2010) no que se refereà declaração do conteúdo de materiais plásticos renováveis/de base biológica de computadores de mesa e portáteis, clientes magros (ou “thin clients”), estações de trabalho e monitores de computadores, o conteúdo de base biológica é determinado através do método ASTM D6866.

Página do EPEAT na Internet: http://www.epeat.net/
Protocolos do EPEAT de Avaliação de Conformidade 4.2 – Seleção de Materiais: http://www.epeat.net/Docs/Protocols%204%202%20v.1.3.pdf

Última Atualização: 21 de junho de 2011

Escritórios internacionais

Copyright © 2014. Beta Analytic.
All Rights Reserved