COVID-19 Notice: WE ARE OPEN AND OPERATING NORMALLY
Beta Analytic, as a laboratory, is considered an essential business under Florida's statewide Stay-at-Home Order. Taking the necessary measures to maintain employees' safety, we continue to operate and accept samples for analysis. IRELAND - Our forwarding office in Dublin is CLOSED at this time due to the current government restrictions. Please contact us BEFORE sending your samples so we can recommend you the best way to proceed.

Padrões europeus para produtos de base biológica

  • Em 2011, o CEN criou uma nova comissão técnica para os produtos de base biológica.
  • Na Europa, estão a desenvolver diversas normas para produtos de base biológica.

O Beta Analytic, laboratório certificado com a norma ISO/IEC 17025:2017, não é afiliado ao CEN ou seus comitês técnicos.


Biobased ProductsA União Europeia reforçou o potencial de inovação de produtos de base biológica nos seus estados membros com a Iniciativa Mercado-Piloto (Lead Market Initiative). O desenvolvimento de produtos fabricados a partir de fontes renováveis é uma perspectiva importante para a UE, uma vez que promove uma economia baseada em produtos de base biológica. Um exemplo de produto de base biológica com um mercado crescente é o caso dos polímeros e bioplásticos, abrangendo outros polímeros que são produzidos inteiramente ou parcialmente a partir de materiais renováveis, tais como produtos agrícolas ou silvícolas.

No entanto, para superar a incerteza percebida sobre suas propriedades e a pouca transparência do mercado na indústria, há uma necessidade de padronização, rotulagem e certificação de produtos de base biológica. A Comissão Europeia deu instruções ao organismo europeu de normatização, o Comitê Europeu de Normatização (CEN) para elaborar especificações técnicas e normas para biopolímeros e biolubrificantes (mandato M/430), e para o desenvolvimento de um programa de normatização para bioprodutos, começando com a definição do termo “de base biológica” (Mandato M/429).

Grupos de Trabalho e Comitês Técnicos do CEN

CEN Em maio de 2011, o CEN criou o CEN/TC 411: o Comitê Técnico para produtos de base biológica. Esse órgão é responsável pela execução das exigências do M/492 e M/491 para bio-solventes. A responsabilidade de desenvolver o padrão de biosurfactantes foi atribuída ao CEN/TC 276 “Agentes de superfície”.

Dois outros comitês do CEN foram alocados para o desenvolvimento de normas para produtos de base biológica em resposta ao Mandato M/430: CEN/TC 19 “Combustíveis líquidos e gasosos, lubrificantes e derivados de origem petrolífera, sintética e biológica”; e CEN/TC 249 ”Plásticos“.

O comitê técnico CEN/TC 454 foi criado em 2018 com o intuito de desenvolver normas para produtos de base biológica provindos de algas.

CEN/TC 411 – Produtos de base biológica

A principal tarefa do Comitê Técnico CEN 411 é desenvolver normas para os produtos de base biológica sobre aspectos horizontais, que incluem terminologia consistente, amostragem, ferramentas de certificação, conteúdo de base biológica, aplicações e a correlação da análise do ciclo de vida, entre outras funcionalidades.

O CEN/TC 411 publicou as seguintes especificações técnicas e normas, entre outras:

  • CEN/TR 16721:2014 Produtos de base biológica – Visão geral dos métodos de determinação do teor de base biológica
  • CEN/TS 16640:2014 Produtos de base biológica – Determinação do teor de carbono biogênico em produtos utilizando o método de radiocarbono (substituído pelo EN 16640:2017).
  • EN 16575:2014 Produtos de base biológica – Vocabulário
  • CEN/TS 16766:2015 – Solventes de base biológica – Requerimentos e métodos de análise (substituído pelo padrão europeu EN 16766:2017)
  • EN 16785-1:2015 – Produtos de base biológica – Conteúdo de base biológica – Parte 1: Determinação de conteúdo de base biológica com a análise por radiocarbono e análise elementar

O seu produto é de base biológica? Então prove!


CEN/TC 249/WG 17 para biopolímeros

O Comitê Técnico CEN 249 é responsável por todas as normas para plásticos. Um dos seus grupos de trabalho, o Grupo de Trabalho 17 (WG 17), criado em outubro de 2008 e ativo desde janeiro de 2009, é responsável pelo desenvolvimento das normas para biopolímeros.

Até outubro de 2012, o CEN/TC 249 havia publicado um relatório técnico e três especificações técnicas relevantes para a indústria de produtos de base biológica.

  • CEN/TR 15932:2010 Plásticos – Recomendação para a terminologia e caracterização de biopolímeros e bioplásticos
  • CEN/TS 16137:2011 Plásticos – Determinação do conteúdo de carbono de base biológica
  • CEN/TS 16295:2012 Plásticos – Declaração do conteúdo de carbono de base biológica
  • CEN/TS 16295:2012 Plásticos – Modelo para a geração de relatórios e comunicação do conteúdo de carbono de base biológica, e opções para a recuperação de biopolímeros e bioplásticos – Folha de dados

CEN/TC 19/WG 33 para biolubrificantes

O Comitê Técnico 19 do CEN desenvolve padrões para a caracterização da qualidade do produto, a medição da quantidade, e os processos operacionais sobre materiais que ocorrem naturalmente nos processos da indústria do petróleo e seus derivados.

O Grupo de Trabalho 33 (WG 33) foi designado para criar um padrão para biolubrificantes com foco em biodegradabilidade; funcionalidade do produto; impacto sobre as emissões de gases de efeito estufa e sobre o consumo de matérias-primas; e métodos de medição, métodos de análise e procedimentos de avaliação do ciclo de vida. O CEN/TC 19 publicou um relatório técnico em agosto de 2011 conhecido como CEN/TR 16227 “Produtos líquidos de petróleo – Biolubrificantes – Recomendações para a terminologia e caracterização de biolubrificantes e lubrificantes de base biológica.”

Em 2016, o comitê técnico completou a norma EN 16807:2016 – Produtos líquidos de petróleo – Biolubrificantes – Critérios e requerimentos para biolubrificantes e lubrificantes de base biológica. Ratificado e aprovado em maio de 2016, esse padrão europeu especifica o termo biolubrificante e os requerimentos mínimos para todos os tipos de biolubrificantes e lubrificantes de base biológica. O padrão também descreve, brevemente, necessidades relevantes do método de análise para a caracterização de biolubrificantes.

CEN/TC 276 – Agentes tensoativos

Esse comitê começou a desenvolver uma especificação técnica para surfactantes em 2015. A especificação é hoje conhecida como CEN/TS 17035:2017 – Agentes ativos de superfície – Surfactantes de base biológica – Requerimentos e métodos de análise. A especificação vai ser suplantada pela EN 17035, uma vez esta tiver sido aprovada.

CEN BT/WG 209 Produtos de base biológica

O Mandato da Comissão Europeia M/249 para desenvolver um programa de normatização dos produtos de base biológica foi delegado pelo Conselho Técnico (Technical Board – BT) do CEN ao seu Grupo de Trabalho 209 (WG 209). O WG 209 visava combinar uma visão geral das normas existentes para todos os tipos de produtos de base biológica, identificar as necessidades de pesquisa, e gerar recomendações para o programa de trabalho de normatização.

O CEN/BT/WG 209 foi dissolvido em agosto de 2010. O relatório final foi publicado em maio de 2011 como: CEN/TR 16208 – Produtos de base biológica – Resumo de normas.

Fonte: CEN Bio-based Products


Análise do conteúdo de carbono de base biológica pelo Beta Analytic

O Beta Analytic, laboratório certificado pela norma ISO/IEC 17025:2017, apoia a indústria europeia de carbono de base biológica ao realizar medições de alta qualidade do teor deste tipo de carbono. A empresa oferece análises rápidas e confiáveis do conteúdo de base biológica conforme as normas ASTM D6866 e CEN/TS 16137 para pesquisadores e fabricantes de produtos de base biológica.

Com sede em Miami, Florida, o Beta Analytic aceita amostras de toda a Europa através do seu escritório de encaminhamento em Londres, no Reino Unido.

Última atualização: outubro de 2018